Blog

Cães, gatos e coceira excessiva: seu animal de estimação se coça mais do que o normal?

By In

Comer, beber água, dormir, brincar e se coçar: essas são algumas das atividades que nossos cães costumam fazer todos os dias. No entanto, se seu cachorro está se coçando mais do que o normal, esse pode ser um sinal de que algo está errado. Por isso, hoje, vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre coceira em cães, como causas e como identificar se seu cachorro está se coçando mais do que deveria.

Será que meu cachorro está se coçando mais do que o normal?
Algumas coçadinhas rápidas durante o dia são normais. Assim como nós nos coçamos às vezes, nossos cães também sentem essa necessidade. Agora, se seu cachorro anda se coçando com mais frequência e por um período de tempo mais longo, aí algo pode estar errado. Se ele apresenta lesões, queda de pelo em alguma região (em especial naquela em que coça), ou usa a boca para se coçar, não restam dúvidas: ele precisa fazer uma visita ao seu veterinário de confiança.
O que pode causar coceira excessiva em cães?
ALERGIAS:

Quais são os sintomas gerais de Alergias em Cães?

  • Coceira, pele vermelha, úmida ou queda de pelo (áreas de alopecia)

  • Olhos lacrimejantes e coceira nos olhos

  • Prurido vai e volta na base da cauda (alergia a picada de pulga, mais comum)

  • Coceira e infecções de ouvido

  • Espirros

  • Vômitos

  • Diarréia

  • Ronco causado por uma garganta inflamada

  • Animal lambe constantemente as patinhas, elas ficam vermelhas, as vezes, inchadas e úmidas.

Quais substâncias podem ser alérgicas para os cães?

  • Pólen de árvores, grama e ervas daninhas

  • Esporos de mofo

  • Poeira e ácaros

  • Penas

  • Fumaça de cigarro

  • Ingredientes alimentares (por exemplo, carne, frango, carne de porco, milho, trigo ou soja)

  • Alguns medicamentos

  • Pulgas e controle de pulgas – produtos (A picada de uma pulga pode desencadear coceira intensa de duas a três semanas).

  • Perfumes

  • Produtos de limpeza

  • Tecidos

  • Shampoo inseticida

  • Borracha e materiais plásticos

Os cães podem ser alérgicos a alimentos?
Sim, e isso muitas vezes exige trabalho de um “detetive”, pois descobrir que substância está causando a reação alérgica exige um processo longo e detalhado. Cães com alergia alimentar irão normalmente apresentar comichão na pele, dificuldades respiratórias e/ou problemas gastrointestinais como; diarréia e vômitos. Uma dieta de eliminação, muito provavelmente, será usada para determinar quais alimentos causam a alergia. Se seu cão é especificamente alérgico a frango, por exemplo, você deve evitar alimentá-lo com todos os produtos a base de proteínas e/ou gordura dessas aves.
Obs. As alergias alimentares podem aparecer em cães em qualquer faixa etária.
O que devo fazer se achar que meu cão tem alergias? Leve-o ao veterinário. Depois de avaliar o histórico clínico do animal, história completa e realizar um exame físico,o veterinário poderá ser capaz de determinar a origem da reação alérgica do seu animal. Se não, ele irá provavelmente recomendar exames de raspado de pele e/ou exames de sangue, além de uma dieta de eliminação especial, para descobrir o que está causando a reação alérgica.
Como são diagnosticadas as alergias?

Se a pele do seu cão apresentar coceira, estiver vermelha e/ou irritada e após um tratamento prévio, indicado por um veterinário, o animal não apresentar melhora no quadro clínico testes de alergia, na maioria das vezes, realizados por um dermatologista veterinário serão provavelmente necessários. O teste de diagnóstico de escolha é um teste intradérmico semelhante ao realizado em seres humanos.
Obs. Muitos cães com diagnóstico de uma alergia alimentar exigirão refeições caseiras, mas isso devera ser feito com a ajuda de um veterinário, pois requer equilíbrio alimentar cuidadoso.
Como pode ser tratado o animal com alergia?
A melhor maneira de tratar as alergias é remover os alérgenos do ambiente. A prevenção é o melhor tratamento para alergias causadas por pulgas. Iniciar um programa de controle de pulgas para todos os seus animais de estimação antes do início da temporada pode ajudar muito. Lembre-se, animais de estimação ao ar livre podem levar pulgas para dentro de casa. Consulte o veterinário sobre os melhores produtos para controle de pulgas no animal e no ambiente. Se o pó é o problema, limpe a cama do seu animal uma vez por semana, aspire a casa, pelo menos, duas vezes por semana o que inclui os tapetes, cortinas e outros materiais que possam acumular poeira. Banhos semanais podem ajudar a aliviar a coceira e remover alérgenos ambientais e pólen da pele do seu cão. Discuta com o seu veterinário quais os melhores shampoos e qual a frequência de banhos necessária. Produtos errados podem alterar a pele do animal e ate mesmo piorar o quadro clínico. Se você suspeita que seu cão tem uma alergia alimentar, ele terá que ser colocado em uma dieta exclusiva. Uma vez que a alergia é determinada, o seu veterinário irá recomendar alimentos específicos ou uma dieta caseira balanceada.

 

Pulgas e carrapatos
Apesar de não ser novidade para os donos de pet, achamos importante colocar as pulgas e os carrapatos nessa lista. Se a coceira é provocada por esses parasitas, basta tratar com antipulgas e pronto, certo? Mais ou menos. Na verdade, muita gente acaba aplicando o antipulgas e carrapatos (veja opções aqui) apenas quando o cachorro está passando por uma infestação, mas o ideal é fazer a manutenção desse medicamento conforme a embalagem. Ou seja: se a dose do antipulgas está atualizada, nosso cachorro não corre risco de infestação, e o melhor é sempre prevenir!
Além disso, a picada desses parasitas pode, ainda, transmitir doenças mais sérias, como a doença do carrapato, por exemplo.
Sarna
A sarna é uma doença de pele contagiosa causada por um ácaro. Não existe uma vacina que previna a sarna, mas medidas curativas como shampoos específicos, pomadas e medicação podem ser adotadas pelo médico veterinário. Se seu cachorro está apresentando uma queda de pelo nas regiões dos olhos, boca ou patas, pode ser sarna.
Outros fatores: Infecções na pele do cachorro e seborreia (tanto seca quanto oleosa) também podem causar coceira.
Coceira em cães: solução
Se você está notando que seu cachorro anda se coçando muito, a primeira medida deve ser levá-lo ao veterinário. Esse profissional irá examinar seu melhor amigo e passar um diagnóstico.

Blog

Spray e Gel para higiene oral em pets

Os donos de animais estão se tornando cada vez mais conscientes de que precisam de boa higiene bucal para seus peludos. Às vezes, a doença periodontal pode causar sérios riscos à saúde do seu animal e dores imensas. Mas nem sempre é fácil usar a escova de dentes e a pasta de dentes para limpar adequadamente os dentes e a gengiva. Como resultado, o hálito de seu amigo peludo geralmente é menos do que fresco ficando difícil de ficar pertinho dele.

By In
Blog

Principais causas de mau hálito em seu cão

Principais causas de mau hálito em seu cão.
O que causa mau hálito no seu cão?

A principal causa de mau hálito em cães é a falta de higiene bucal ou uma doença periodontal. Poucas outras causas são um mau hábito alimentar, problemas renais e diabetes. Vamos entender essas causas uma a uma.

By In
Blog

O que é orgânico

O termo “Orgânico” é usado há muitos anos, mas muitas pessoas não sabem o que realmente significa orgânico e por que isso é importante. Se você estiver interessado em aprender mais sobre os benefícios de um estilo de vida orgânico, continue lendo esta postagem do blog enquanto mergulhamos no verdadeiro significado de orgânico.

By In
Blog

A posse de animais de estimação – especialmente cães – ajuda pacientes cardíacos a gerenciar seus fatores de risco

“Tem sido proposto que possuir um animal de estimação pode prevenir a obesidade, melhorar os perfis lipídicos e reduzir a pressão arterial sistêmica, reduzindo assim o risco de mortalidade e eventos cardiovasculares”, escreveram os autores em seu artigo. “Estudos anteriores mostraram que as pessoas que possuem um cão se envolvem em mais atividade física do que os não-proprietários”.

By In

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: