Blog

Catarata em Cães

By In

O que são as cataratas?
A catarata é uma doença oftalmológica que causa um distúrbio no estado natural das lentes dos olhos. Isto causa a perda da transparência do cristalino, e a diminuição ou a perda da visão. Este é o problema mais comum que pode afligir os olhos de um cão.
Se a catarata é pequena, provavelmente não perturbará muito a visão do cachorro, mas as cataratas devem ser monitoradas porque quanto mais densas elas se tornam, mais provável é que elas conduzam à cegueira.

O que causa catarata?
As cataratas podem desenvolver-se a partir de doenças, velhice e trauma para os olhos, mas as condições hereditárias são a causa mais comum. As cataratas podem estar presentes no nascimento ou desenvolver quando um cão é muito jovem – entre um e três anos de idade. Uma alta incidência de catarata também é freqüentemente atribuída à diabetes.
Se você tem cachorros das raças Yorkshire Terrier, Cocker Spaniel, Schnauzer e Golden Retriever, esteja alerta, eles são os mais propensos à doença.

Como posso saber se o meu cão está desenvolvendo cataratas?
Se os olhos do seu cão parecem turvos ou cinza azulado, você deve levá-lo ao veterinário para um exame. Esteja ciente, porém, de que é natural que a lente de um cão se torne turva, ou cinza, com a idade. Esta condição, chamada de esclerose nuclear, não coloca a visão de um cão tão perigosa quanto a catarata, e o tratamento normalmente não é recomendado. No entanto, qualquer neblina no olho do seu animal de estimação é um sinal para você levá-lo ao veterinário.

Operar os olhos do cachorro é o método mais utilizado pelos veterinários para tratar a doença.
Se o seu cachorro começou a ficar com os olhos mais claros de repente, fique atento, pois ele pode estar com catarata. Infelizmente essa doença atinge tanto os humanos, quanto os animais. Mas não fique preocupado, porque há cura para o cachorro.
Qual o tratamento?
Para a sua alegria, existe tratamento para cães com catarata. Você pode marcar uma cirurgia para o cachorro e após 3 semanas ele vai começar a dar sinais de melhora. Mas o lado negativo disso é não ter 100% de sucesso, pois complicações podem acontecer ao longo da operação, e o pet corre o risco de perder a visão.

Existem apenas dois tipos de cataratas que podem ser prevenidas: causa genética, que você pode evitar acasalar o seu cachorro com algum outro que tenha a doença – ou alguma das raças que foram citadas aqui. No caso da catarata diabética, o jeito de prevenir é fazer sempre um belo controle de glicemia.

Fique atento!
Blog

Spray e Gel para higiene oral em pets

Os donos de animais estão se tornando cada vez mais conscientes de que precisam de boa higiene bucal para seus peludos. Às vezes, a doença periodontal pode causar sérios riscos à saúde do seu animal e dores imensas. Mas nem sempre é fácil usar a escova de dentes e a pasta de dentes para limpar adequadamente os dentes e a gengiva. Como resultado, o hálito de seu amigo peludo geralmente é menos do que fresco ficando difícil de ficar pertinho dele.

By In
Blog

Principais causas de mau hálito em seu cão

Principais causas de mau hálito em seu cão.
O que causa mau hálito no seu cão?

A principal causa de mau hálito em cães é a falta de higiene bucal ou uma doença periodontal. Poucas outras causas são um mau hábito alimentar, problemas renais e diabetes. Vamos entender essas causas uma a uma.

By In
Blog

O que é orgânico

O termo “Orgânico” é usado há muitos anos, mas muitas pessoas não sabem o que realmente significa orgânico e por que isso é importante. Se você estiver interessado em aprender mais sobre os benefícios de um estilo de vida orgânico, continue lendo esta postagem do blog enquanto mergulhamos no verdadeiro significado de orgânico.

By In
Blog

A posse de animais de estimação – especialmente cães – ajuda pacientes cardíacos a gerenciar seus fatores de risco

“Tem sido proposto que possuir um animal de estimação pode prevenir a obesidade, melhorar os perfis lipídicos e reduzir a pressão arterial sistêmica, reduzindo assim o risco de mortalidade e eventos cardiovasculares”, escreveram os autores em seu artigo. “Estudos anteriores mostraram que as pessoas que possuem um cão se envolvem em mais atividade física do que os não-proprietários”.

By In

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: